Pós-graduação em libras pode aumentar o salário de um funcionário público.

Por | Social Media na Uníntese | 9 de abril de 2021


Quem opta por uma carreira no funcionalismo público, na maioria das vezes, está atrás de estabilidade e uma boa remuneração. Neste texto você vai entender como a pós-graduação em libras pode ajudar a ter uma vida financeira ainda melhor.

Não é à toa que, para alguns cargos, existem milhares de candidatos por vaga, nos concursos.

Mas você sabia que, mesmo após uma pessoa ser aprovada, ela pode aumentar a remuneração, em relação ao salário-base do cargo ocupado?

Isso ocorre nos casos em que o funcionário público obtém uma titulação superior àquela exigida no edital da função que ocupa. Esse benefício é chamado de Adicional de Qualificação.

Por exemplo: um professor formado em letras é aprovado em um concurso cuja exigência era o ensino superior completo.

Se esse profissional fizer um curso de pós-graduação em libras, por exemplo, tem aumento salarial.

Mas digamos que, com o passar do tempo, esse mesmo profissional resolva fazer um mestrado. Ao término do curso, o salário aumenta ainda mais.

Os reajustes são feitos a partir de percentuais calculados em cima do salário-base do cargo.

Digamos que a remuneração de um funcionário público seja R$3000,00 quando ingressa e que, dentro do plano de carreira, exista a previsão de reajuste de 7,5% em caso de pós-graduação. Após concluir o curso, esse profissional passará a ganhar R$3210,00.

Cursos de pós-graduação da UNINTESE

Esses percentuais de reajuste do Adicional de Qualificação são proporcionais ao nível da titulação – quanto mais alto o nível (mestrado, doutorado, etc), maior o aumento salarial.

Quem está em busca uma pós-graduação a distância tem na UNINTESE uma ótima opção, já que os cursos da instituição são reconhecidos pelo MEC, e preenchem os requisitos necessários para proporcionar aos funcionários públicos o Adicional de Qualificação.

Atualmente, a UNINTESE tem as seguintes opções de cursos de pós-graduação:

– Pós-graduação em Tradução, interpretação e/ou em Docência da Libras (Ead ou Ead + presencial)

– Pós-graduação em Libras

A duração dos cursos varia de 1 ano e meio a 2 anos e meio.

Não sou funcionário público, mas quero fazer pós-graduação. Será que vale a pena?

Mesmo quem não tem emprego no serviço público e também não pretende ser concursado, deve considerar a hipótese de buscar uma qualificação além da graduação.

Aliás, confira esses 6 motivos para fazer um curso de pós-graduação na UNINTESE:

1 – A Uníntese é referência em Educação Inclusiva no Brasil
2 – Estudar com os melhores profissionais da Libras no conforto da sua casa
3 – Escola de Libras integrada na sua matrícula (aprenda na prática)
4 – Interação ao vivo com professores surdos
5 – Ser um profissional reconhecido no mercado de trabalho
6 – Ganhar prêmios exclusivos por estudar

Conclusão

Com um mercado de trabalho cada vez mais competitivo, a exigência por uma maior titulação também cresceu nos últimos anos.

Dados extraídos da 54ª edição da Pesquisa Salarial, realizada pela Catho Educação, apontam que, em cargos operacionais, uma pessoa com pós-graduação ganha cerca de 25% a mais do que quem tem apenas a graduação.

Diante desse cenário, é fundamental que o profissional que pretende ter um salário melhor busque um curso de pós-graduação.

Além da remuneração atraente, uma pessoa com pós aumenta o leque de opções e ramos de atuação, sem falar nos inúmeros benefícios que o conhecimento traz.

Quer começar uma pós-graduação de qualidade antes do que você imagina?

Inscreva-se já nos cursos de pós da UNINTESE.

Ficou com alguma dúvida? Pode perguntar logo abaixo.