20 anos da Libras: os avanços conquistados e os desafios que estão por vir

Por | Social Media na Uníntese |


Em 2022, a Língua Brasileira de Sinais completa 20 anos desde que foi reconhecida como idioma oficial. Desde então, a Libras avançou muito e hoje é um instrumento de comunicação para milhares de pessoas. Cerca de 2 milhões de surdos dependem exclusivamente da língua de sinais para expressarem desejos, opiniões e serem incluídas na sociedade.

Esse reconhecimento também resultou na profissionalização de tradutores intérpretes da Libras em todo o país.

Embora o reconhecimento da Libras seja recente, a língua de sinais no Brasil tem seus primórdios ainda nos tempos do império. Foi Dom Pedro II o responsável por implantar uma língua brasileira de sinais, quando convidou Ernest Huet para adaptar a língua francesa de sinais ao contexto brasileiro. Isso foi em meados do século XIX.

20 anos da Libras: o que mudou?

Voltando aos dias de hoje, é possível afirmar, sim, que desde o reconhecimento oficial da Libras, houve um avanço muito grande quanto à inclusão. Tanto que órgãos públicos federais e empresas concessionárias devem garantir atendimento em Libras.

Como consequência, empresas privadas, veículos de imprensa e espetáculos culturais passaram a contar com tradutores intérpretes de Libras.

Para quem não sabe, desde 2010, a profissão de tradutor intérprete de Libras é reconhecida no Brasil. Diante da profissionalização da atividade, hoje temos um cenário favorável para quem opta por atuar nessa área.

Tanto que instituições de ensino superior oferecem hoje formação acadêmica na área da Libras. Uma das mais tradicionais do país neste segmento é a Faculdade Uníntese, que está no mercado há quase 20 anos, e atua na formação de profissionais da Língua Brasileira de Sinais.

Novo convênio da Faculdade Uníntese com ABRATES

E para celebrar os 20 anos do reconhecimento da Libras, temos uma ótima notícia: a Uníntese está com um convênio junto à Associação Brasileira de tradutores e intérpretes (ABRATES).

Agora, quem for associado tem direito a 15% de desconto nos cursos da Uníntese.

Embora estejamos vivenciando um período de avanços quanto ao reconhecimento da Língua Brasileira de Sinais, todos temos um desafio para os próximos anos: ajudar a difundir a Libras junto à sociedade. Somente desta forma, conseguiremos avançar rumo à inclusão da comunidade surda.

Num cenário ideal, seria fantástico que a maioria dos estabelecimentos, independentemente de ser público ou privado, pudesse ofertar o atendimento em Libras. Tal iniciativa contribuiria duplamente: na consolidação de uma sociedade inclusiva quanto à comunidade surda, bem como no fortalecimento e ampliação de tradutores intérpretes da língua brasileira de sinais.


Deixe seu comentário aqui.