5 mulheres famosas que venceram o câncer de mama

Por | Social Media na Uníntese |


Tags:

Um estudo divulgado nos Estados Unidos nos colocou diante de um quadro assustador: 1 a cada 8 mulheres será diagnosticada com câncer de mama até os 75 anos de idade.

Muitas desses mulheres atingidas pela doença são mulheres famosas. E neste post, conheceremos 5 casos de artistas brasileiras conhecidas em todo o país que venceram o câncer de mama.

5 mulheres famosas que venceram o câncer de mama

Essas 5 mulheres famosas que venceram o câncer de mama são exemplos de força, superação e provas de que essa doença tão séria pode ter cura quando o diagnóstico é na fase inicial da doença.

O primeiro caso é da atriz Patrícia Pillar, que descobriu a doença em 2001, aos 37 anos de idade. Na época, ela percebeu alterações na mama a partir do autoexame. Isso fez com que ela buscasse um diagnóstico oficial. Patrícia Pillar fez uma cirurgia para a retirada do tumor e também sessões de quimioterapia, e foi considerada curada pelos médicos pouco tempo depois.

O segundo caso é da cantora Elba Ramalho, que teve diagnóstico de câncer de mama em 2010. Ela viveu durante alguns anos com um cisto no seio, que acabou se transformando num caroço. Elba fez quimioterapia, retirou um pedaço do seio e hoje é considerada livre da doença.

Leia agora – Uníntese agora tem site dedicado ao Outubro Rosa

A terceira brasileira famosa que venceu o câncer de mama foi a apresentador e atriz Ana Furtado. Ela foi diagnosticada com a doença no estágio inicial, em março de 2018, e se operou no mês seguinte. Hoje, curada do câncer de mama, ela defende que a prevenção salva vidas e incentiva outras mulheres a se cuidarem.

O quarto case de celebridade brasileira que venceu o câncer de mama é a atriz da Globo Arlete Salles. Em 2014, ela foi diagnosticada com a doença, quando já tinha 72 anos de idade. Mas com um tratamento intenso, ela conseguiu se livrar dos tumores nas duas mamas e ficar curada no mesmo ano.

Para completar a lista de mulheres famosas brasileiras que superaram o câncer de mama, a gente traz o caso da atriz Joana Fomm. Em 2007, ela soube que estava com câncer de mama – 2 tumores num seio e 3 tumores em outro seio. Por fim, após o tratamento, ela conseguiu vencer a doença.

Autoexame e conscientização são fundamentais na prevenção de mortes

Estima-se que todos os anos quase 60 mil brasileiras tenham diagnóstico de câncer mama. A boa notícia é que em 95% dos casos, a doença tem cura, assim como nos casos de Patricia Pillar, Elba Ramalho, Arlete Salles e Joana Fomm, além de milhares de outras brasileiras.

E essa cura, na maioria das vezes, está atrelada ao diagnóstico precoce do câncer de mama.

Por isso, a conscientização e autoexames, o conhecimento do corpo são tão importantes.

O Outubro Rosa é uma campanha importantíssima nesse sentido, pois incentiva as mulheres a fazerem exames se cuidarem, e, ao menor sinal de alguma anormalidade, procurarem a ajuda médica.

Por fim, lembre-se: a luta contra o câncer de mama é um dever de toda a sociedade.


Deixe seu comentário aqui.